ACHADOS PRECIOSOS

Dificilmente qualquer outra madeira expressa uma beleza tão enigmática como a madeira dos carvalho do pântanos. Demora muito, muito tempo para que uma árvore de carvalho seja transformada em uma madeira, preciosa e muito procurada. A sua textura, muitas vezes com sulcos profundos, faz com que o carvalho proveniente de terras úmidas se pareça com os troncos de árvore encontrados na costa. Mas, na verdade, partes dessa extraordinária madeira estavam enterradas há 8 000 anos nos pântanos alemães. A sua descoberta é uma questão de acaso e cada peça parece ter uma história misteriosa para contar.

O Velocino de Ouro, El Dorado - nenhum metal tem fascinado a humanidade através dos séculos e continentes, quanto o ouro: as pessoas decoram-se com ele e lutaram por ele. "Seu próprio nome é sinônimo de valor e soberania e expressa tanto poder quanto amor. No início da era moderna, foi uma das forças motrizes por trás das grandes viagens de descoberta com a procura de El Dorado, a lendária terra de ouro.

Castelo Faber-Castell, teto decorado estilo art nouveau

UM ENCONTRO FASCINANTE

A estrutura profunda do antigo carvalho dos pântanos, cuja beleza foi forjada pela natureza ao longo de milhares de anos, juntamente com o ouro, que dá um brilho sobrenatural para as mais belas obras de arte criadas pela humanidade.

As folhas de ouro são cuidadosamente aplicadas à mão usando um fino pincel de pelo de esquilo. Uma técnica de 4 000 anos de idade é usada, que remonta aos egípcios e hoje é dominado por apenas um seleto grupo de pessoas. Tal ofício extraordinário exige especial talento e habilidade.

PRODUZIDO PELOS MESTRES

É preciso um toque sensível e magistral para que a folha de ouro se molde perfeitamente ao corpo rugoso de carvalho da caneta.

Depois de estudar antigas técnicas de douramento venezianas e ganhar o Bavarian State Design Award, o dourador e pintor de igrejas Ernst D. Feldmann conseguiu o quase impossível: camada sobre camada de folha de ouro de 24 quilates é aplicada ao corpo da caneta de carvalho em um processo complexo e detalhado. Embutidas em resina, o corpo revela um único padrão de reflexões que somente o mais puro ouro pode mostrar.

APRESENTAÇÃO DE ALTA QUALIDADE

Caneta do Ano 2012

Cada caneta é individualmente numerada e vem em um estojo de madeira profundo negro exclusivo. Um certificado, assinado pessoalmente por Ernst D. Feldmann, atesta que a folha dourada que cobre o carvalho alemão de 1700 anos é ouro a 24 quilates, bem como a edição limitada de 1 500 canetas.

ESCREVENDO EM ESTILO

A combinação de folha de ouro e a antiga madeira de carvalho dos pântanos faz a Caneta do Ano 2012 uma caneta tinteiro extraordinariamente luxuosa. A pena bicolor produzida à mão em ouro 18 quilates está disponível nos tamanhos F, M e B. O clipe sólido com mola garante posicionamento seguro da caneta uma vez inserido em um bolso. Uma tampa banhada a platina protege o mecanismo do êmbolo. Todos os acessórios de metal são banhados a ouro de 24 quilates. A obra-prima é coroada por uma pedra de citrino lapidado como um tabuleiro de xadrez incrustado no topo da tampa.

Edição limitada a 1.500 canetas tinteiro