GORIN NO SHO

Terra, água, fogo, vento e vazio - baseado nos cinco anéis Zen, Miyamoto Musashi descreve estratégias para o perfeito samurai em 1645. O fator decisivo não é sua técnica, mas sua atitude interior caracterizada pelo relaxamento, abertura e sabedoria no coração.

Fundada no século XVIII, em meados do século XIX, a Faber cresceu e se tornou a maior fabricante de lápis de cor e lápis grafite. O Barão Lothar von Faber transformou um simples lápis no primeiro instrumento de escrita logotipado do mundo e criou uma série de produtos fascinantes que permanecem clássicos até hoje. Quando sua neta, a baronesa Ottilie von Faber, casou-se com o conde Alexander zu Castell-Rüdenhausen em 1898, o rei da Baviera deu sua aprovação ao novo nome Faber-Castell. Nossa essência de marca, desde então, baseia-se competência e qualidade excepcional, impulso pioneiro e compromisso social.

Miyamoto Musashi
Miyamoto Musashi (1582–1645), considerado pelos japoneses o maior espadachim de todos os tempos e um samurai perfeito, é impetuosamente furioso. Ele escreveu O Livro dos Cinco Anéis, que serve como uma fonte de sabedoria até hoje.

BUSHI

Desde a sua primeira edição em 2003, a Caneta do Ano ganhou um status especial entre os conhecedores da cultura de escrita fina. Cada edição limitada conta os contos de épocas e povos cujos feitos moldaram a história da humanidade. A Caneta do Ano de 2019 é inspirada nos Samurais Japoneses (bushi) e suas incomparáveis habilidades em artes marciais, suas espadas feitas com os materiais preciosos e seus movimentos silenciosos, são semelhantes ao processo de escrita.

A partir do final do século XII, a casta guerreira tornou-se líder política e reinou sobre a terra e as pessoas no Japão até a abolição do feudalismo. Em 1867, esta era chegou ao fim quando o imperador proibiu o uso das roupas tradicionais. Embora os Samurais tivessem sido destituídos de todos os privilégios, o mito que cerca os valentes espadachins, que às vezes eram até mais poderosos do que o Imperador, permanece até hoje.

O lendário Samurai do Extremo Oriente entrou em batalha usando máscaras aterrorizantes. Valores como coragem, dureza, heroísmo e honra, definem seu estilo de vida, bem como sua tradição e a extraordinária beleza de suas armas.

O LIVRO DA TERRA

Seguir o caminho escolhido com disciplina levará o samurai ao físico e mentalidade desejados.

Sempre dando tudo de si com vigor abundante e lealdade, é o que define o espírito do Samurai. Projetada para caber seu corpo e trabalhada com extrema precisão, a armadura (o-yoroi) oferece ao guerreiro a maior liberdade possível no manuseio de suas armas. O corpo em metal preto pintado da Black Edition se assemelha a armadura, lindamente decorada feita de placas de metal individuais. Delicadas linhas cônicas, com revestimento de ouro de 24 quilates, embelezam o corpo que parece em alto relevo. Eles são feitos com alta precisão e cada eixo é único.

A autodisciplina - uma importante virtude do Samurai - está intimamente associada à Filosofia do Jardim de Pedras Zen.

O LIVRO DA ÁGUA

Os movimentos precisos e fluidos do Samurai durante a luta com espada são de vital importância, conforme descrito no Livro da Água. As características da água - sua capacidade de adaptação, sua clareza e transparência - estão no centro da luta espiritual.

Nas palavras de Miyamoto Musashi: “Tudo o que você faz, acontece no momento certo e no ritmo certo”. Aprender sequências fluidas de movimento até a perfeição, era parte de sua escola de esgrima, Nitô. Com um excelente acabamento, um padrão parecido com ondas é aplicado na extremidade da Black Edition, lembrando a suavidade e a harmonia da água. Porque, como Musashi disse: há ritmo em tudo, até no intangível.

Movimentos firmes e calmos são simbolizados pela estampa de ondas, típico do Japão.

 

O LIVRO DE FOGO

Repetições consistentes do ofício, dão lugar à harmonia interna e calma, usadas para derrotar o inimigo na batalha. O domínio das preciosas e elaboradas espadas é o que conta.

O processo tradicional utilizado nas forjas japonesas para tornar suas espadas longas (katanas) afiadas e robustas era muito complexo. As lâminas eram formadas de aço tamahagane, enquanto a bainha e a alça da espada eram feitas de madeira de magnólia não tratada. A alça e a bainha foram cobertas com couro de arraia, premiado e decoradas com incrustações artísticas para alcançar o acabamento perfeito. A produção, os materiais, a aparência e a sensação da Caneta do Ano são inspirados por essas obras-primas. O corpo, feito de madeira de magnólia tingida, é pintado e polido várias vezes. É decorada com uma gravura feita à mão com acabamento em ouro de 24 quilates, o que torna o instrumento de escrita único.

O design da pega forjada à mão, é uma reminiscência da beleza misteriosa do couro de arraia, que o Samurai usava para cobrir as alças de suas espadas. Isso torna cada instrumento de escrita único.

O LIVRO DO VENTO

“It is difficult to know yourself if you do not know the others” is written in the Book of Wind.“É difícil se conhecer se você não conhece os outros” está escrito no Livro do Vento.

Os samurais expressaram sua graça e dignidade com suas magníficas espadas. Cada detalhe das armas refletia seu esforço de resolução e autoridade inquestionável. Tamahagane é o nome do aço duro que eles usaram para forjar suas lâminas. Como um detalhe elegante na tampa da Black Edition, o entalhe de aço tamahagane feito por um mestre japonês da arte da confecção de armas representa perfeição e tradição. Ele contém uma gravura do caractere japonês para "Samurai".

O detalhe feito de aço tamahagane genuíno, adornado com uma gravura do caractere japonês para "Samurai" na capa da Black Edition, proporciona um toque sofisticado à peça.

O LIVRO DO VAZIO

O Livro do Vazio descreve como se aventurar pelo caminho da verdade, seguindo a natureza e a intuição da pessoa.

Os samurais acreditam que a intuição é tão importante quanto o aprendizado intelectual das regras, e que eles podem ser livres de egoísmo e intenções erradas. De acordo com o princípio, o corpo em madeira escura de magnólia apresenta uma citação gravada em verniz de ouro 24 quilates, por Miyamoto Musashi, que diz “Hoje eu venci contra o eu de ontem”. Também está gravada com o símbolo de Musashi para a palavra “tsuba”, ou seja, proteção de mão, o dispositivo que protege a mão ao segurar uma arma. A tampa, corpo e a pena em ouro 18 quilates da Caneta Tinteiro, estão disponíveis em uma quantidade limitada de 400 peças, são revestidas em rutênio. Apenas 120 desta edição da Caneta Rollerball estão disponíveis para compra.

Enso refere-se ao círculo desenhado à mão usado em uma técnica de meditação. Ela significa força, elegância, o universo e o vazio.

CULTIVEM AMBOS – SEU ESPÍRITO E SUA SABEDORIA

Black Edition

“Cultive ambos - o seu espírito e sua sabedoria” é a citação de Miyamoto Musashi na Black Edition da Caneta do Ano de 2019. Em homenagem às nobres virtudes do Samurai e à sua arte de forjar, os instrumentos de escrita Black Edition são feitos com os melhores materiais. O caractere japonês para o Samurai é gravado no tamahagane na tampa. A tampa é adornada com o símbolo “tsuba” (proteção de mão), projetado por Miyamoto Musashi. A tampa e o corpo são cobertos por um revestimento PVD cinzento-antracite feito de titânio, enquanto a pena em ouro de 18 quilates é revestida com rutênio. Cada uma das canetas é numerada exclusivamente nesta edição, limitada a 330 Canetas Tinteiro e 100 Canetas Rollerball, representa a disposição interior do samurai para lutar pela força, clareza e perfeição.  

BLACK EDITION
RUTÊNIO
BLACK EDITION
RUTÊNIO
Coragem e autodisciplina - os samurais eram movidos por virtudes elevadas. A Caneta do Ano de 2019 foi inspirada em sua época, abrangendo vários séculos, pela estética de suas armas e por sua mentalidade. O corpo em metal, laqueado em preto da Black Edition, com o seu revestimento decorativo em ouro de 24 quilates, evoca a armadura elaboradamente ornamentada, feita a partir de placas individuais. O corpo feito de madeira de magnólia escurecida é uma reminiscência das longas espadas dos samurais (katanas). Sua bainha e alça eram feitos de madeira de magnólia não tratada.
  • Corpo em metal com acabamento laqueado preto
  • linhas delicadas e afuniladas com banho em ouro 24 quilates, embelezam o corpo, com um toque em relevo
  • a citação de Miyamoto Musashi Cultive ambos: o seu espírito e sabedoria gravada na tampa
  • Tamahagane inlay foi gravada na tampa, o personagem japonês que representa samurai
  • A tampa é adornada com o símbolo tsuba (proteção da mão), projetado por Miyamoto Musashi e uma textura ondulada
  • A tampa e o clipe possuem acabamento com um resistente revestimento PVD de cor antracite feito de titânio
  • Pena feita a mão em ouro bicolor de 18 quilates com largura de escrita M (média)
  • Cada instrumento de escrita é individualmente numerado
  • Caixa em madeira preta exclusiva, brilhantemente polida, acompanha uma brochura de alta qualidade e um certificado de autenticidade
  • Espaço adicional para mais 6 instrumentos de escrita, que permite ser usada como estojo de colecionador
  • Limitado a 330 peças
Coragem e autodisciplina - os samurais eram movidos por virtudes elevadas. A Caneta do Ano de 2019 foi inspirada em sua época, abrangendo vários séculos, pela estética de suas armas e por sua mentalidade. O corpo em metal, laqueado em preto da Black Edition, com o seu revestimento decorativo em ouro de 24 quilates, evoca a armadura elaboradamente ornamentada, feita a partir de placas individuais. O corpo feito de madeira de magnólia escurecida é uma reminiscência das longas espadas dos samurais (katanas). Sua bainha e alça eram feitos de madeira de magnólia não tratada.
  • Corpo em madeira de magnólia escurecida com uma gravação em verniz de ouro de 24 quilates
  • A citação Hoje eu venço contra o eu de ontem é de Miyamoto Musashi
  • Uma placa de metal, gravada em ouro (24 quilates) com o desenho de um Samurai, adorna a tampa
  • A tampa final é gravada com o símbolo criado por Musashi para a palavra tsuba (proteção de mão)
  • A tampa e o cabo são revestidos em rutênio
  • Pena feita a mão em ouro bicolor de 18 quilates com largura de escrita F (fina)
  • Instrumentos de escrita numerados individualmente
  • Caixa de madeira preta exclusiva, brilhantemente polida, com um folheto atraente e um certificado de autenticidade
  • Uma inserção adicional oferece espaço para mais seis instrumentos de escrita
  • Limitado a 400 peças

BLACK EDITION

“Cultive ambos - o seu espírito e sua sabedoria” é a citação de Miyamoto Musashi na Black Edition da Caneta do Ano de 2019. Em homenagem às nobres virtudes do Samurai e à sua arte de forjar, os instrumentos de escrita Black Edition são feitos com os melhores materiais.

RUTÊNIO

Os samurais acreditam que a intuição é tão importante quanto o aprendizado intelectual das regras, e que eles podem ser livres de egoísmo e intenções erradas. De acordo com o princípio, o corpo em madeira escura de magnólia apresenta uma citação gravada em verniz de ouro 24 quilates, por Miyamoto Musashi, que diz “Hoje eu venci contra o eu de ontem”.
Coragem e autodisciplina - os samurais eram movidos por virtudes elevadas. A Caneta do Ano de 2019 foi inspirada em sua época, abrangendo vários séculos, pela estética de suas armas e por sua mentalidade. O corpo em metal, laqueado em preto da Black Edition, com o seu revestimento decorativo em ouro de 24 quilates, evoca a armadura elaboradamente ornamentada, feita a partir de placas individuais. O corpo feito de madeira de magnólia escurecida é uma reminiscência das longas espadas dos samurais (katanas). Sua bainha e alça eram feitos de madeira de magnólia não tratada.
  • Corpo em metal com acabamento laqueado preto
  • linhas delicadas e afuniladas com banho em ouro 24 quilates, embelezam o corpo, com um toque em relevo
  • a citação de Miyamoto Musashi Cultive ambos: o seu espírito e sabedoria gravada na tampa
  • Tamahagane inlay foi gravada na tampa, o personagem japonês que representa samurai
  • A tampa é adornada com o símbolo tsuba (proteção da mão), projetado por Miyamoto Musashi e uma textura ondulada
  • A tampa e o clipe possuem acabamento com um resistente revestimento PVD de cor antracite feito de titânio
  • Carga Rollerball de longa duração
  • Cada instrumento de escrita é individualmente numerado
  • Caixa de madeira preta exclusiva, brilhantemente polida, acompanha uma brochura de alta qualidade e um certificado de autenticidade
  • Espaço adicional para mais 6 instrumentos de escrita, que permite ser usada como estojo de colecionador
  • Limitado a 100 peças
Coragem e autodisciplina - os samurais eram movidos por virtudes elevadas. A Caneta do Ano de 2019 foi inspirada em sua época, abrangendo vários séculos, pela estética de suas armas e por sua mentalidade. O corpo em metal, laqueado em preto da Black Edition, com o seu revestimento decorativo em ouro de 24 quilates, evoca a armadura elaboradamente ornamentada, feita a partir de placas individuais. O corpo feito de madeira de magnólia escurecida é uma reminiscência das longas espadas dos samurais (katanas). Sua bainha e alça eram feitos de madeira de magnólia não tratada.
  • Corpo em madeira de magnólia escurecida com gravação em verniz de ouro de 24 quilates
  • A citação Hoje eu venço contra o eu de ontem é de Miyamoto Musashi
  • Uma placa em metal, gravada em ouro (24 quilates) com o desenho de um Samurai, adorna a tampa
  • A tampa final é gravada com o símbolo criado por Musashi para a palavra tsuba (proteção de mão)
  • A tampa e o cabo são revestidos em rutênio
  • Equipado com uma carga rollerball preta de longa duração
  • Instrumentos de escrita numerados individualmente
  • Caixa de madeira preta exclusiva, brilhantemente polida, com um folheto atraente e um certificado de autenticidade
  • Uma inserção adicional oferece espaço para mais seis instrumentos de escrita
  • Limitado a 120 peças

BLACK EDITION

“Cultive ambos - o seu espírito e sua sabedoria” é a citação de Miyamoto Musashi na Black Edition da Caneta do Ano de 2019. Em homenagem às nobres virtudes do Samurai e à sua arte de forjar, os instrumentos de escrita Black Edition são feitos com os melhores materiais.

RUTÊNIO

Os samurais acreditam que a intuição é tão importante quanto o aprendizado intelectual das regras, e que eles podem ser livres de egoísmo e intenções erradas. De acordo com o princípio, o corpo em madeira escura de magnólia apresenta uma citação gravada em verniz de ouro 24 quilates, por Miyamoto Musashi, que diz “Hoje eu venci contra o eu de ontem”.
APRESENTAÇÃO DE ALTA QUALIDADE

Caneta do Ano 2019

As canetas vêm em uma caixa de madeira preta de alto brilho. Um certificado assinado pelo conde Charles von Faber-Castell, atesta a autenticidade da edição limitada.